O que é Nutrologia e como isso pode te salvar

nutrigenômicaUma nova relativamente nova área da medicina chamada Nutrologia surgiu para estudar e tratar o ser humano avaliando a interação dos alimentos na saúde em geral.

Entre todos os aspectos, se avalia como um alimento é capaz de influenciar no organismo, tanto para o bem quanto para a doença. E também sua influência na genética.

A velha frase de Hipócrates: “Faça do seu alimento seu remédio e do seu remédio seu alimento” nunca foi tão verdadeira.

Desde o começo do século 20 muitos pesquisadores já sabiam que a introdução de alimentos processados, como a farinha de trigo refinada e o açúcar refinado, surgiram junto com doenças como diabetes, obesidade e hipertensão.

Não foi mero acontecimento do acaso, há outros diversos exemplos de enfermidades que começaram a aparecer conforme foram inventados novos “alimentos”.

Para manter a saúde em dia precisamos de comida de verdade!

Me refiro a isso como todo tipo de alimento que a natureza oferece já pronto para consumir, ou ao menos cozinhar.
Frutas, vegetais, carnes, ovos, oleoginosas, etc.

Podemos destacar aqui alguns vilões que podem ser excluídos da sua vida, como a gordura trans e os óleos vegetais.
Também o xarope de glicose, glutamato monossódico, farinha refinada, derivados da soja, corantes, aromatizantes e um monte de ingredientes químicos que foram inventados pela indústria alimentícia para enganar o paladar e a fome das pessoas.

alimentacao saudavel

Muito se tem falado sobre o glúten e a lactose como perigos na dieta.
Reafirmo que realmente causam danos, há milhares de estudos comprovando isso, basta pesquisar um pouco.
Bons livros já foram escritos resumindo os malefícios do glúten, por exemplo. Veja o caso do livro escrito pelo médico e cardiologista americano William Davis: Barriga de Trigo.

Em relação ao perigo da lactose, o açúcar do leite, também há diversas pesquisas mostrando que é uma substância inflamatória e a maioria das pessoas é intolerante, em menor ou maior grau.
Portanto você pode ter sensibilidade aos laticínios porém não apresenta sintomas graves como vômitos e diárreia. Mas efeitos colaterais mais brandos e imperceptíveis como dores de cabeça, falta de atenção e concentração, má digestão.

Para tratar o corpo como um todo, devemos pensar em 4 pilares: alimentação, exercícios físicos, gestão do estresse e hormônios.

A importância de uma reeducação alimentar e das atividades físicas você está cansado de saber.
Porém não é qualquer exercício que irá te fazer ter benefícios, você precisa saber quais realmente funcionam e não te trazem prejuízos. O treino intervalado por exemplo é um dos melhores que existe.
Encontrei um guia que resume bem o que você deve fazer em relação ao treinamento físico.

Estresse é outro pilar que deve ser cuidado, é comum você ouvir que tudo é causa de estresse. Geralmente isso é verdade e muitos médicos dizem isso quando não conseguem encontrar uma causa clara. Porém não tiro a razão que o estresse causa um desequilíbrio em todo o sistema, principalmente hormonal.

Falando em hormônios, aí está uma área cercada de mitos.
Quando o hormônio prescrito é bio-idêntico, ou seja, exatamente como o seu corpo produz, não há problema nenhum e nem causa câncer como muitos gostam de dizer para denegrir a imagem deste tratamente.

A modulação hormonal é essencial para qualquer pessoa!
Com o passar dos anos nossos níveis de todos os hormônios começam a declinar e precisam ser repostos para continuarmos saudáveis e com a saúde de um jovem.
Isso quer dizer prolongar nossa vida e saúde, de forma segura.

Poucos médicos sabem prescrever a quantidade correta baseada em exames, porém você deve procurar algum profissional qualificado na área de anti-aging, nutrologia, envelhecimento saudável ou que tem conhecimento sobre medicina preventiva.
O mesmo vale para os médicos que aplicam a medicina chinesa ou ortomolecular.

Você sabe qual o melhor cooktop para sua cozinha?

qual o melhor cooktopSempre achei cooktop bem mais bonito que um fogão, não tem aquela chama e ferros (ou grades). Cooktop é simples, clean e na minha cabeça deve ser melhor por ter mais tecnologia.

Foi aí que comecei a pesquisar para saber mesmo se era tudo isso que pensava. Quis ver os aspectos técnicos: a eficiência no cozimento, controle de temperatura, consumo de eletricidade (no caso dos elétricos), dificuldade de limpeza e outros abordagens práticas de se ter um.

Foi tirando a beleza de lado que fui me aprofundando no assunto e acho que até venderia um cooktop nas Casas Bahia ou Fast Shop melhor que os funcionários, de tanto que pesquisei hehe

Existem cooktop que funcionam à gás, igual o fogão normal. Porém esses eu já tinha descartado da minha lista porque não deixava a cozinha mais bela como eu queria.

Então fui atrás daqueles que é somente um tampo de vidro liso, que até hoje para mim é uma invenção demais!

Descobri que estes são elétricos, basta ligar na tomada e pronto. Porém não são todos iguais como imaginei.
Existem dois tipos bem diferentes: um que funciona por resistência elétrica, igual um chuveiro normal, e outro que usa um campo eletromagnético (sei que não deu para entender, também nem imaginava como seria isso. Mas vou explicar brevemente daqui a pouco).

panelas para cooktop

No primeiro tipo é simples de entender, embaixo daquele tampo estão as resistências elétricas que esquentam e são a fonte de calor para as panelas. Apenas isso.

O cooktop por indução eletromagnética já é um pouco mais complicado porque o calor vem de um campo eletromagnético criado entre a superfície do equipamento e o fundo das panelas.
Por isso que as panelas neste tipo devem ser específicas, de ferro ou aço magnético. Porque só assim é capaz de criar calor que vai esquentar a comida.

A diferença na eficiência é grande porque o modelo por resistência elétrica esquenta a superfície toda e o calor (energia) é desperdiçada em vários pontos.

Na indução o calor só existe onde a panela está, por isso a eficiência é melhor. Este é o motivo pelo qual é aprovado nos testes como cozimento mais rápido e controlado.

Nem preciso dizer qual eu escolhi para ser o novo xodó da minha cozinha…
Cooktop eletrico por indução!

Depois de estar bem convencida dos benefícios deste modelo, fui atrás pesquisar um cooktop elétrico ideal para minha cozinha.

Apesar de hoje não existirem tanto modelos deste disponível, há opções de cooktop 5 bocas, 4 bocas, 3 bocas, 2 bocas e até cooktop de 1 boca portátil.

Escolhi um cooktop 4 bocas mas já adicionei à lista de desejo um portátil que será útil para cozinhar em locais que não tem um fogão, como em algumas áreas de churrasco. Ou mesmo levar para a casa de praia ou campo.

Você pode ir atrás de um cooktop que não vai se arrepender da escolha, ainda mais se você gosta de cozinhar.

Outro ponto que esqueci de comentar é a facilidade no controle de temperatura, algo que é complicado e difícil em um fogão normal.

E claro a facilidade na limpeza, basta passar um pano na superfície e tá mais que limpo!

Se pretende repaginar sua cozinha, já começa a ficar de olho nos cooktops que você quer e quem sabe não aparece uma promoção para te convencer de vez que chegou a hora hehe

Fica até mais prazeroso executar uma receitas no “brinquedo novo”.